terça-feira, 2 de junho de 2015

CANÇÃO DO RECOMEÇO


Arte de Luis Romero

A casa aonde voltei
depois de muitos anos,
bóia como uma ilha de aguapés na noite,
presa por uma raiz doce e dolorosa
que me define.

Na madrugada caminho pelos quartos
como no fundo do mar
onde essa raiz se finca.
Pelas vidraças, o jardim são algas;
meus filhos dormem como quando
eram meninos,
e suas respirações, como sentimentos,
fundem-se neste bojo.

Este é o meu lugar
aonde voltei depois de tanto tempo,
como quem, misturando peças
dos enigmas mais arcaicos,
montasse laboriosamente o seu quebra-cabeça.

Lya Luft

2 comentários:

  1. Boa noite Amália, linda postagem, obrigada pela partilha.
    Um abraço, fique bem...

    ResponderExcluir